Windsurf – Uma pena sobre as ondas!

 

Já experimentaste Windsurf? Asseguramos-te que é uma modalidade completamente actual e muito emocionante. Se não conheces, vê neste post aquilo que andas a perder!

Como nasceu o Windsurf?

O windsurf é um desporto individual, com aproximadamente 30 anos de existência, e de relação intima com a mãe Natureza. Integrando elementos da vela, este novo desporto radical popularizou-se rapidamente em todo mundo.

A prometer ainda mais adrenalina que o surf tradicional, depende pouco das condições do tempo e de lugar. Pode ser praticado mesmo com pouco vento e em qualquer sítio (praias, lagoas, lagos, rios, albufeiras), com ou sem ondas. A prancha de windsurf mais popular que conhecemos é semelhante a uma prancha de longboard e tem uma vela como a de uma embarcação à vela, obedecendo ao mesmo tipo de regras e modos de navegação. A inovação encontra-se no mastro, que é articulado e não fixo como nos barcos. É modalidade olímpica desde 1984 e mantém-se até à actualidade.

Benefícios do Windsurf

O windsurf é uma actividade física que desenvolve muito a resistência muscular. São trabalhados os músculos das pernas, braços e costas. É importante que sejas orientado numa primeira fase, para não gerares desequilíbrios musculares, nem criares vícios, que se tornam muito difíceis de perder. O aquecimento antes da entrada é fundamental.

Cuidados!

Procura sempre um instrutor ou escola especializada para começar. Nunca subestimes os ventos nem o mar. Quando não houver segurança para praticar, não arrisques! De início, nunca saias sozinho sem avisar alguém em terra. Nunca navegues com ventos de off-shore, ou seja, com ventos na direcção do mar. Poderá tornar-se uma situação muito perigosa, pois dificilmente conseguirás chegar a terra. Começa a praticar em lagos ou barragens.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

css.php