Tag Archives: treinar

Musculação – Batido de Proteínas

Antes do Treino

Um batido para tomar duas horas antes do treino muscular. Com este batido rápido tens os substratos antes de treinar, permitindo enfrentar com energia um treino de força de alta proteínas de alta qualidade biológica e glutamina e como anticatabólico e protector muscular.

Alongar para fortalecer!

Queres fortalecer os músculos e tendões e ganhar estabilidade articular ao mesmo tempo que ganhas força? Tira um power stretch da máquina, bebe-o bem fresco e irás recuperar a forma em 3 semanas. Irá dar-te força e flexibilidade. E não tem gás!

O Power Stretch baseia-se na combinação de exercícios de força com exercícios de flexibilidade e resistência. O objectivo é desenvolver os músculos a 100%, reconhecendo a importância da flexibilidade e da resistência, acabando com o mito de que é preciso trabalhar sempre com cargas máximas para ganhar músculo.

1. O treino exclusivo da força leva realmente ao aumento do tónus muscular, mas podeimage também provocar lesões devido ao encurtamento excessivo das fibras musculares. As lesões e desequilíbrios articulares podem ser evitados se realizares, antes e após o treino de força, exercícios de alongamento, promovendo a flexibilidade.

O batido para tomar antes de treinar

Faz este batido em 5 minutos… e vai a voar

Se não tiveste tempo para tomar o pequeno-almoço ou se tens de en­frentar um treino longo, sentes que as tuas reservas estão a escassear e sentes fome, um bom batido como o que te vamos apresentar vai cum­prir o objectivo de reabastecer as reservas e tirar a sensação de fome. Ideal para tomares antes de ires andar de bicicleta, por exemplo.

Precisas de uma batedeira e um recipiente onde possas bater os seguintes ingredientes:

- 300 cc de leite magro

Agachamento sem carga

Se não estás habituado a treinar com pesos livres e precisas de treinar o movimento e a respiração. Os braços têm neste exercício um papel importante de estabilização. Inicia-se o movimento com os braços estendidos ao lado do corpo para subirem em frente segundo flectes joelhos e ancas.

Dicas: Porquê deixar o movimento a meio?

Aconselhamos que faças aquilo que se chama ‘meio agachamento’, que consiste em descer só até as coxas estarem paralelas ao chão. Descer mais e fazer aquilo que se chama agachamento completo ou profundo desenvolve uma maior estimulação dos músculos mas o risco de lesão ao nível dos joelhos aumenta drasticamente devido às forças de deslize que a articulação sofre.

Atletismo – Como evitar os 10 erros mais comuns (3ªParte)

 

8 – Treinar com intensidades elevadas sem plano

O treino é constituído pela alternância constante entre intensidades mais elevadas e intensidades mais baixas. Infelizmente não é possível treinar diariamente a intensidades elevadas, pelo que as sessões a seguir aos treinos de elevada intensidade são geralmente de intensidade mais baixa. Por outro lado, as intensidades elevadas também têm vários níveis que devem ser integrados no treino dependendo do tipo de competição que se está a preparar e momento da temporada em relação à competição alvo. A supervisão e acompanhamento por parte de um treinador é essencial para o controlo destes factores no sentido de assegurar o melhor rendimento possível e controlo da forma desportiva,atletismo salvaguardando os problemas que possam advir da integração de intensidades mais elevadas  no processo de treino. Não copies planos de treino que possam não ser adequados para ti e não treines com intensidades elevadas se não souberes a que velocidade deves fazê-lo, com que frequência, com que número de repetições e intervalos de recuperação. Procura um treinador e vais ver que tudo se tornará mais fácil

9 – Treinar com companhia desadequada

Um dos factores que desde sempre identifico como positivo no treino é a companhia e integração num grupo. Tudo se torna mais motivante, as sessões mais duras parecem passar com mais facilidade e o convívio é um factor essencial. Por outro lado, os perigos de treinares diariamente com companhia demasiado rápida para ti são grandes. Cada sessão acaba por transformar-se num treino de intensidade demasiado elevada, com dificuldade de recuperação para a sessão seguinte. Cada corredor tem a sua intensidade de treino individual, não sendo pelo facto de treinares diariamente com alguém de um nível muito superior que irás progredir mais rapidamente, antes pelo contrário. A companhia é um factor positivo quando os parceiros de treino são aproximadamente do mesmo nível, ou quando os mais rápidos estão disponíveis para adaptar a sua intensidade de treino para os mais lentos.

css.php