Tag Archives: Planos de Treino

Tai chi – Controle o açúcar no sangue

Boas notícias para quem sofre de diabetes! Uma investigação feita a 32 pacientes com diabetes tipo 2, no cnang Gung Memorial Hospital, em Taiwan, revelou que a pratica de Tai chi chuan regula o açúcar no sangue. Após 12 semanas de treino desta arte marcial chinesa foi verificada uma memória da acção do sistema imunitário, através de um aumento das células T reguladoras e da diminuição de células T assassinas, o Tai chi chuan é um tipo de exercício Paseado em movimentos lentos e a sua prática ajuda a aumentar o bem-estar do corpo e da mente, reflectindo-se num corpo mais são, tonificado, firme e sem celulite.

 

RPM – Fique em Forma

Um dia, no seu clube, experimente passar à porta de uma aula de RPM. O mínimo que se pode dizer destas aulas é que são enérgicas e emocionantes. A sigla, fala de rotações por minuto, mas o que lhe propomos são 10 dicas para que se deixe cativar por este… RAPID PEDAL MOVEMENT.

1 – Treino indicado para quem quer melhorar o sistema cardiorrespiratório, perder peso. melhorar a tonificacão muscular ou fazer reabilitação. Para os participantes regulares em aulas de grupo, o RPM permite um treino cruzado efectivo. Para os entusiastas do ciclismo oferece uma excelente alternativa indoor.

2 – Equipamento use ténis com encaixe para os pedais, para melhor aproveitamento na pedalada, ou ténis com sola rija que não dobre, que prolongam o pedal e levam o praticante a usar o terço anterior do pé para fazer força. Calção ou calça justa, de preferência com protecção para melhor conforto no selim. T-shirt confortável, de preferência de algodão; as mais indicadas são as justas, de ciclismo.

A hipertrofia muscular

O aumento do tamanho muscular deve-se ao treino com cargas elevadas. As diferenças na composição de fibras, junto com outros factores, poderiam explicar em parte uma grande diferença que existe na resposta hipertrófica aos mesmos sistemas de treino entre indivíduos diferentes. Uma maior densidade de fibras brancas por músculo será essencial para maiores rendimentos na força e hipertrofia. E este é um factor genético.
- A hipertrofia sarcoplasmáticaimage

Caracteriza-se pelo desenvolvimento do sarcoplasma (substância semifluida interfibrilar) e das proteínas não contrácteis que não contribuem directamente na produção da força muscular. Este tipo de adaptação dá-se em culturistas. Os seus treinos não são de força máxima propriamente dita (60 – 80% de RM).

Como melhorar o teu rendimento

As 5 chaves do teu rendimento biológico

Todos os anos investes numas sapatilhas mais Leves, mas será que investes em ti para renderes mais? Existem 5 factores que têm muita influência no teu rendimento:

1.  Vitamina D. Cinco minutos de exposição solar, 3 vezes por semana, melhoram a forma cardiovascular em 19%. 0 nível no sangue de vitamina D de 35-40 ng/ml recomendado para sedentários parece não ser válido em desportistas, que rendem mais com 50 a 65 ng/ml. Conseguem-se facilmente com suplementos de vitamina
D3 e sem deixar de receber luz solar.

2.  O ferro. É preciso medir a ferritina para conhecer as reservas de ferro dodesportista. Os níveis recomendados vão dos 50 aos 75 ng/ml mas em alguns desportistas que comem poucas carnes vermelhas e treinam muito aerobiamente podem cair até 25 ng/ml, o que resulta numa significativa perda de rendimento.

Benefícios do treino de alongamentos

Sabemos que há muito o alongamento tem sido um dos aspectos mais importantes na formação geral para qualquer tipo de desporto ou programa de exercício. Os benefícios da manutenção da capacidade de alongamento e mobilidade tornam-se cada vez mais importantes e essenciais ao ser humano ao longo da sua vida adulta, em particular na terceira idade em que o caminhar e sair de uma cadeira necessitam da nossa capacidade de mexer facilmente. Existem muitas maneiras de alongar de forma eficaz e persiste o debate entre os especialistas quanto à eficácia dos diversos métodos. Quando, como e por quanto tempo são alguns entre muitos temas polémicos. Algumas pessoas argumentam que alongamento antes do exercício é realmente perigoso. Adeptos do alongamento alegam que estes ajudam a prevenir lesões, dor pós-exercício e melhoram o desempenho. Ambos os lados se sustentam em muitas provas esporádicas, estudos e relatórios individuais para confirmar as suas teorias. É geralmente aceite que a partir de um ponto de vista fisiológico, é melhor alongar quando os músculos estão aquecidos. Um ‘aquecimento’ deve ser específico, preparando os músculos para os exercícios futuros, e poderá durar 10 a 15 minutos. Tal como os músculos aquecem com os movimentos preparatórios as fibras tornam-se mais flexíveis e irão alargar mais facilmente.

css.php