Tag Archives: Planos de Treino

Necessita de flexibilidade?

O treino e desenvolvimento da flexibilidade são importantes pelas seguintes razões:

- A técnica é melhorada, sobretudo em movimentos coordenados, rápidos e amplos. Todos podemos observar que quando uma pessoa não tem flexibilidade a sua destreza motora é menor.

- Evita lesões; um músculo bem aquecido e elástico tem menos risco de lesão, e aumenta a lubrificação dos diferentes planos de deslizamento do músculo.

SENTA-TE E TREINA

Glúteos, quadricípites, isquiotibiais e gémeos!

Propomos-te um exercício muito fácil que potencia os principais grupos musculares do trem inferior. Vais poupar tempo e só precisas de uma cadeira.

Os benefícios do treino regular

Um treino  2x Semana, pretende incentivar as pessoas a treinar. Durante 10 semanas consecutivas, tempo estimado para criar 0  hábito do exercício físico no corpo. Como tal, criam-se mecanismos de compromisso que responsabilizam as pessoas a atingir os seus objectivos pessoais, sejam de emagrecimento, de tonificação, de resistência cardiovascular ou de saúde, ajudando-os a dar o primeiro passo para um estilo de vida mais saudável. E porque é sempre bom relembrar os benefícios de uma prática regular de exercido físico, nunca esqueças estas 10 boas razões para treinar:

1  A prática regular de exercício reduz 25% a 33% o risco de morte e aumenta a esperança de vida após os 80 anos em 1 a 2 anos.

2  Actividade física regular reduz sintomas depressivos e aumenta o bem-estar emocional.

Desporto – Equipamento

Natação – Conte o que nadas

Conta as voltas que fazes na piscina com uma invenção que levas no dedo, da Sportcount. Ca­da vez que carregas num botão marcas uma vol­ta e quando terminares dá-te o melhor tempo, o tempo médio e o tempo mais lento. Também serve para marcar os tempos na corrida. www.sportcount.com

Sportcount

BTT – Como os prós

MONITORES DE FREQUÊNCIA CARDÍACA

Como e porque surgiram os monitores de frequência cardíaca?

Há várias décadas a esta parte, quando o treino das modalidades de resistência se começou a generalizar e especializar com vista ao alto rendimento, o controlo da frequência cardíaca (FC) tornou-se um ins­trumento precioso para os técnicos e atletas. A relação quase directa entre a intensidade do treino e a frequência a que o coração bate, tal como a necessidade de reproduzir e controlar no treino e na competição estes parâmetros, estiveram na origem da crescente necessidade de utilização destes dispositivos. Este controlo foi todo ele efectuado de forma manual até há bem pouco tempo. A cerca de 30 anos foi criada a marcar Polar, considerada pioneira nos moni­tores de frequência cardíaca, que no início dos anos oitenta Lança o primeiro modelo realmente “portátil” permitindo a saída dos laboratórios e possibilitando a sua utilização em situações de treino no terreno. Desde então a evolução tem sido enorme. Em apenas 25 anos, o mercado passou a disponibilizar várias marcas e modelos com uma panóplia de funções impressionante. No seu essencial, um monitor de frequência car­díaca continua a ter a mesma função: “monitori­zar os batimentos cardíacos por minuto”. Apenas as funções acessórias se foram desenvol­vendo, para além das questões que se prendem com a facilidade de utilização, peso ou design. Hoje em dia os monitores de FC já não são reservados à elite e ao alto rendimento. A generalização no mercado proporcionou a comercialização a preços acessíveis e a utilidade de tais dispositivos foi reconhecida também para o controlo da FC tanto para qualquer pessoa que pratica exercício físico, pessoas pertencentes à terceira idade durante a prática desportiva, como também portadores de doen­ças cardíacas.

Porque é que deves utilizar monitores de FC?

Os frequentes excessos de intensidade no treino são mais facilmente evitados e quase instantaneamente podes receber informação, evitando ultrapassar limites indesejáveis;

css.php