Tag Archives: Natação

Técnicas de natação

Na natação a técnica é tudo. E se expirar é importante, a verdade é que não vais chegar muito longe na piscina se não fores capaz de inspirar ao ritmo da tua braçada. Estes são os três erros que deves evitar:

1 – Levantar a cabeça: afecta a posição do corpo e obriga-te a utilizar os braços para compensar o peso da cabeça quando deverias estar a alongar o corpo.

2 – Rodar a cabeça exclusivamente para procurar ar: este gesto aumenta a tensão no pescoço e coluna. Podes lesionar o pescoço e afecta a tua técnica.

Nadadores Olímpicos na Póvoa de Varzim

Nadadores olímpicos no III Meeting Internacional da Póvoa de Varzim

Os benefícios do exercício Cardiovascular.

Entre muitos outros benefícios, o exercício cardiovascular melhora a capacidade de processar o oxigênio, facilita a o coração a tarefa de bombear o sangue por todo o corpo e queima muitas calorias. O cardio pode ser aeróbio (quando se realiza a uma intensidade que se consegue manter durante mais de 2 minutos sem parar ou diminuir o ritmo) e anaeróbio (exercício intenso, como fazer pesos ou treino de corrida em intervalos, em que não se pode manter o esforço por mais de 2 minutos).
De acordo com estudos recentes, não é necessário fazer exercício aeróbio para nos mantermos saudáveis. O trabalho anaeróbio pode chegar.
Mas, atenção, não se trata de limitar o treino à sala de musculação. O que acontece é que os treinos de

corrida, bicicleta, natação, etc, curtos e intensos, são eficazes para manter a saúde cardiovascular.

Desporto – Equipamento

Natação – Conte o que nadas

Conta as voltas que fazes na piscina com uma invenção que levas no dedo, da Sportcount. Ca­da vez que carregas num botão marcas uma vol­ta e quando terminares dá-te o melhor tempo, o tempo médio e o tempo mais lento. Também serve para marcar os tempos na corrida. www.sportcount.com

Sportcount

BTT – Como os prós

Polar RCX3 – Pulsómetro para correr e pedalar

Herda o potente módulo dos Polar RCX5 com algumas adaptações a um tamanho mais reduzido e precisamente esta é uma das primeiras virtudes que observamos, é ultraleve (33g) e muito compacto, sendo ainda mais compacta a versão de mulher, devido à sua bracelete mais estreita. Funciona como o protocolo de transmissão W.I.N.D., o que permite comunicar com todos os sensores Polar de velocidade de ciclismo, cadência de pedalada, GPS G5, sensor de pé para running S3 e S3+, tornando-o um excelente multidesportivo.

O RCX3 tem todas as funções que um corredor ou ciclista de qualquer nível possam precisar. Regista a distância percorrida, velocidade, tem até 99 registos de tempos parciais com pulsações, FC média e máxima, marca as zonas de treino (5 zonas configuráveis a partir da tua FC máxima), consumo calórico, mostra a rota num mapa se usares o sensor G5), etc. Permite arquivar os dados online em www.polarpersonaltrainer.com com Polar DataLink, um stick USB que deteta a presença do RCX5 e descarrega automaticamente as sessões novas, muito fácil de usar. Tem 4 perfis desportivos seleccionáveis (Correr, Ciclismo 1, Ciclismo 2, para duas bicicletas diferentes e Outro Desporto) que se podem configurar de forma independente e não tem o perfil de natação que o RCX5 tem, pois a sua banda não emite debaixo de água ao contrário da banda Polar Hybrid.

css.php