Tag Archives: Lesões

Benefícios do treino de alongamentos

Sabemos que há muito o alongamento tem sido um dos aspectos mais importantes na formação geral para qualquer tipo de desporto ou programa de exercício. Os benefícios da manutenção da capacidade de alongamento e mobilidade tornam-se cada vez mais importantes e essenciais ao ser humano ao longo da sua vida adulta, em particular na terceira idade em que o caminhar e sair de uma cadeira necessitam da nossa capacidade de mexer facilmente. Existem muitas maneiras de alongar de forma eficaz e persiste o debate entre os especialistas quanto à eficácia dos diversos métodos. Quando, como e por quanto tempo são alguns entre muitos temas polémicos. Algumas pessoas argumentam que alongamento antes do exercício é realmente perigoso. Adeptos do alongamento alegam que estes ajudam a prevenir lesões, dor pós-exercício e melhoram o desempenho. Ambos os lados se sustentam em muitas provas esporádicas, estudos e relatórios individuais para confirmar as suas teorias. É geralmente aceite que a partir de um ponto de vista fisiológico, é melhor alongar quando os músculos estão aquecidos. Um ‘aquecimento’ deve ser específico, preparando os músculos para os exercícios futuros, e poderá durar 10 a 15 minutos. Tal como os músculos aquecem com os movimentos preparatórios as fibras tornam-se mais flexíveis e irão alargar mais facilmente.

Queres correr uma meia-maratona?

Queres correr uma meia-maratona

Você que quer participar de uma prova de corrida sensacional e que não seja tão difícil ou desgastante como uma maratona?

É só pensar e se preparar bastante para a meia maratona. O Erin Beresini, da revista Go Outside, dá algumas dicas preciosas para você mandar muito bem psicológica e fisicamente,  aumentando em muito a sua eficiência e chances de poder ir muito bem. Primeiramente você precisa demarcar bem seu objetivo. Na sequência você deve pertencer a algum grupo de corredores, para se ajudarem, um dando animo para o outro. Em terceiro Kurp, ex-recordista de melhor tempo em uma meia maratona, diz que “Você precisa balancear os treinos e as corridas.

Lesões, o que fazer?

Perguntas e Respostas:

Faz dois anos que comecei a correr. Nas provas de 10km o meu ritmo é de 4m 10s. Treino em alcatrão 4 vezes por semana. Peso 72kg e tenho 1 m74 altura. Uso sapatilhas adidas modelo Adistar, tenho 50 anos. Esta introdução serve para que tenham uma ideia geral e me consigam aconselhar melhor. Nos últimos dois meses apareceu-me no pé direita na parte frontal inferior uma dor forte onde me custa inclusive a poisar. Tirei uma radiografia, mas não acusou nada fracturado. Abrandei os treinos e melhorou ligeiramente, mas agora nota também o mesmo tipo dor ligeira no pé esquerdo. Que opinião e sugestão tem para isto?

Melhora a tua resistência para enfrentares maratonas

Maratona de Nova Iorque

Quem já não teve altos e baixos, dificuldades e problemas, estas são oscilações naturais das nossas vidas, saímos mais fortes e confiantes, quando estas dificuldades surgem na vida. Pode ter certeza que o mesmo acontece na corrida, quando incluímos subidas e descidas em nosso percurso. “Irregularidades no trajeto são estímulos que trazem muitos benefícios para o corredor. A dificuldade é apenas uma questão de preparação e diminui gradualmente durante o treinamento. Em minha carreira, tive mais sucessos que insucessos ao incluir as subidas e descidas para os meus atletas”, afirma Adauto Domingues, treinador do bicampeão de Nova York, Marilson Gomes dos Santos.

Pode parecer que as subidas são obstáculos intransponíveis, mas na verdade não importa que sejam longas ou suaves, curtinhas ou verdadeiros paredões. As subidas e suas variações nos que ajudam a trabalhar tanto a potência aeróbia como a anaeróbia, tanto os pulmões como os músculos. O nível de esforço empreendido vai depender do condicionamento físico de cada corredor e são inúmeros seus benefícios e comuns a todos, ajudando no ganho de força e de resistência muscular. Desta forma as subidas longas, acima de 400 metros, ajudam e sugestionam o corpo a poder ativar fibras musculares quando o cansaço começa a bater, ajudando a aumentar o ritmo de corrida no fim de uma prova, já as subidas curtas, que não passam de 100 metros, permitem trabalhar o corpo com uma alta intensidade e com menor risco de lesões.

Fitness, exercícios lesivos para mulheres

O sistema ósseo dos homens e das mulheres é diferente. Nas mulheres a cintura pélvica é mais larga e o comprimento do fémur é menor, portanto o ângulo entre o pescoço e o fémur e sua diáfise é menor. Esta disposição provoca a existência de uma certa convexidade articular nos joelhos que aumenta o risco de instabilidade e de lesões no ligamento cruzado anterior. Por estas razões, devemos prestar atenção a certos exercícios tipicamente femininos. Aqui mostramos-te alguns exercícios que podem causar alterações devido a uma execução incorrecta e uma alternativa mais adaptada ao treino da mulher.

Agachamento com pesos

css.php