Tag Archives: competição

Alta competição

Prática de desporto pode ser prejudicial se tiver em conta só os resultados

Atletismo – Como evitar os 10 erros mais comuns (3ªParte)

 

8 – Treinar com intensidades elevadas sem plano

O treino é constituído pela alternância constante entre intensidades mais elevadas e intensidades mais baixas. Infelizmente não é possível treinar diariamente a intensidades elevadas, pelo que as sessões a seguir aos treinos de elevada intensidade são geralmente de intensidade mais baixa. Por outro lado, as intensidades elevadas também têm vários níveis que devem ser integrados no treino dependendo do tipo de competição que se está a preparar e momento da temporada em relação à competição alvo. A supervisão e acompanhamento por parte de um treinador é essencial para o controlo destes factores no sentido de assegurar o melhor rendimento possível e controlo da forma desportiva,atletismo salvaguardando os problemas que possam advir da integração de intensidades mais elevadas  no processo de treino. Não copies planos de treino que possam não ser adequados para ti e não treines com intensidades elevadas se não souberes a que velocidade deves fazê-lo, com que frequência, com que número de repetições e intervalos de recuperação. Procura um treinador e vais ver que tudo se tornará mais fácil

9 – Treinar com companhia desadequada

Um dos factores que desde sempre identifico como positivo no treino é a companhia e integração num grupo. Tudo se torna mais motivante, as sessões mais duras parecem passar com mais facilidade e o convívio é um factor essencial. Por outro lado, os perigos de treinares diariamente com companhia demasiado rápida para ti são grandes. Cada sessão acaba por transformar-se num treino de intensidade demasiado elevada, com dificuldade de recuperação para a sessão seguinte. Cada corredor tem a sua intensidade de treino individual, não sendo pelo facto de treinares diariamente com alguém de um nível muito superior que irás progredir mais rapidamente, antes pelo contrário. A companhia é um factor positivo quando os parceiros de treino são aproximadamente do mesmo nível, ou quando os mais rápidos estão disponíveis para adaptar a sua intensidade de treino para os mais lentos.

Vanessa entra para a história

Venceu pela 6º vez seguida em Madrid 20º triunfo enrretapas da Taça do Mundo

Vanessa Fernandes esta­beleceu ontem mais dois recordes no triatlo. A por­tuguesa soma e segue ru­mo aos Jogos Olímpicos.

Ciclismo – Volta a Portugal

73.a edição da prova terá muita montanha. Arranca em Fafe, a 4 de Agosto, e termina em Lisboa, a 15. Vão participar 14 equipas.

Cinco metas em altitude, dez etapas, um prólogo em Fafe e a chegada a Lisboa, após um total de 1.626,8 quilómetros. Assim será a próxima Volta a Portugal em bicicleta, que começa a 4 de Agosto e tennina a 15 do mesmo mês, apre­sentada ontem em Lisboa.

Face ao percurso da 73.a edição da Volta, na qual não faltará a Sra. da Graça, Penhas da Saúde ou a Tor­re, Joaquim Gomes, o direc­tor da prova, avisou que “quem não conseguir recu­perar diariamente e estar a 100% não ganhará esta Volta”. O ex-ciclista acres­centou que para vencer um “corredor terá, obviamen­te, de ter por trás de si uma grande equipa”.

Conselhos para o dia de competição

1- Toma um bom pequeno almoço que deves terminar 3h antes de hora de partida prevista (1 banana madura, 1 chá preto grande, 3-4 fatias de pão com mel/doce/marmelada, evitando o leite e seus derivados);

2- Comparece no local da competição de forma a puderes a preparar todo o teu material e efectuar o check-in de entrada no Parque de transição entre os primeiros;

3- No interior do PT toma pontos de referência para saberes onde está o teu material. Repete várias vezes o percurso desde a entrada do PT até à tua bicicleta para simulares a transição 1 e da tua bicicleta à saída do PT para simulares da 2” transição;

css.php