Tag Archives: água

Sim ou Não?

Água engarrafada ou da torneira?

O consumo de água engarrafada aumenta anualmente apesar de ser muito mais cara que a água de torneira. É melhor para os desportistas?

ÁGUA DA TORNEIRA

Em Portugal a água é boa para consumo. Só é imprescindí­vel beber água engarrafada quando viajamos para países subdesenvolvidos ou com águas que contêm microorganis­mos diferentes daqueles a que o nosso sistema digestivo está habituado. Outra coisa é que emtorneira cada lugar da nossa geografia a água tem um sabor diferente devido aos dife­rentes sais inorgânicos. E em alguns pontos – ainda que potável – o sabor desagradável da água da torneira obriga a optar pela engarrafada.

5 conselhos chave sobre o nutriente da vida

Não te esqueças!

- Se não tens por hábito procurar a garrafa nem tão pouco ir à máquina buscar um copo de água começa por: beber um copo de água Logo ao acordar, leva uma garrafa de meio Litro e bebe-a de manhã, depois arranja outra para a tarde e assegura-te que levas também para o ginásio.

- Não deves substituir a água por outras bebidas como chá e tisanas mas se quiseres dar um sabor mais agradável podes misturar umas gotas de limão.

- O principal problema de beber água às refeições é a diluição dos sucos digestivos como o agua ácido gástrico, o que pode atrasar a digestão e dificultar a assimilação de nutrientes mais complexos.

Comer e saltar para a água?

Atletismo – Recuperação

O teu treino não deve acabar mal termines a corrida ou esse treino intenso que quase não consegues levar até ao fim… O que fizeres a seguir é crucial para o treino seguinte e essencial para que assimiles a competição

• Acima de tudo, ao acabar uma prova longa, como uma maratona, tens que te hidratar e recarregar as tuas reservas o mais rápido possível. Nos primeiros minutos toma 500cc de água isotónica para repor os sais perdidos com o suor e começar a recarregar glicogénio.

• Muda de roupa imediatamente para evitar perdas de calor. A energia que usas para aquecer o corpo é a energia que estás a tirar ao teu corpo para recuperar. Tem em conta também que o teu sistema imunológico está debilitado pelo esforço: podes constipar-te e apanhar algum vírus com relativa facilidade.

Nutrição – A dieta dos pontos

1 – 5 REFEIÇÕES POR DIA. Está provado, basta começar a correr ou mudar o plano de treinos (mais tempo, maior intensi­dade) para emagrecer, mas se exagerares à mesa, então os resulta­dos podem ser muito mais difíceis de conquistar. Muda de hábitos, come refeições mais leves de 3 em 3 horas, varia os menus e aplica os nossos conselhos para conseguir uma alimentação que te dê simultaneamente energia para correr melhor e perda de peso.

2 – 5 PECAS DE FRUTA POR DIA. Quando praticas des­porto, a fruta é a tua melhor amiga: podes comê-la em jejum, depois de comer, como snack entre refeições, antes de treinar, etc. Qualquer altura e qualquer fruta são boas para emagrecer a correr. Existe apenas uma regra, tenta comer 5 frutos diferentes por dia e de preferência fruta da época, comendo-as sempre com casca por causa do aporte de fibra e muito bem lavada.image

3 – 5 SABORES EM CADA REFEIÇÃO. A rotina no prato provoca ansiedade e vontade de assaltar o frigorífico com o sín­drome ‘apetece-me alguma coisa mas não sei bem o quê’. Acontece-te o mesmo? Pois a verdade é que se comeres a mesma salada todos os dias, ao fim de um tempo até a alface engorda! Os orientais reco­nhecem 4 sabores básicos (doce, salgado, amargo e ácido) e ainda um quinto sabor, o umami, que podes reconhecer em alguns alimentos como a soja, as algas, espinafres e tomates. Incluir 5 sabores em cada refeição principal (pequeno-almoço, almoço e jantar) ajuda-te a terminar a refeição com a sensação que comeste o suficiente. Experimenta fazer as refeições mais insonsas e colocar alecrim, tomi­lho, canela, pau de vagem, alho, orégãos, salsa, etc. E vai ser mais fácil incluir os 5 sabores se não comeres apenas um prato principal, mas o dividires em sopa, prato e sobremesa nas principais refeições.

css.php