Tag Archives: actividade fisica

Windsurf – Uma pena sobre as ondas!

 

Já experimentaste Windsurf? Asseguramos-te que é uma modalidade completamente actual e muito emocionante. Se não conheces, vê neste post aquilo que andas a perder!

Como nasceu o Windsurf?

Boas razões para ter uma actividade física regular

A medida que o tempo vai arrefecendo e o inverno se instala, temos tendência a descuidar no exercício físico, quer seja por preguiça ou porque já não mostramos tanto o corpo na praia. Mas. Manter a pratica de uma actividade, ainda que a um ritmo mais moderado, irá garantir que estará sempre em doa forma e que no próximo Verão só terá de reforçar a intensidade do exercício para obter resultados óptimos. Outras razões para fazer exercício físico durante todo o ano: ao mexer-se ocorre a libertação de endorfina, a hormona do bem-estar e prazer, contribuindo para que esteja permanentemente bem-disposto. Também ganha saúde e melhora a circulação sanguínea e o funcionamento do aparelho digestivo prevenindo inúmeras doenças e queimando as calorias extra.

Falta de espaços próprios para caminhar afasta lusos desta prática

«A ausência de locais apelativos para cami­nharmos dentro das nossas cidades e a dificuldade de mudar os comportamentos continuam a empurrar os portugueses para hábitos de vida pouco saudáveis», aler­ta a presidente da Associação Portuguesa de Nutricionistas. Esta problemática é co­mum à da alimentação, pois a maioria dos portugueses até estão sensibilizados para a adopção de comportamen­tos mais saudáveis, mas con­tinuam a não conseguir pas­sá-los à prática, acrescenta Alexandra Bento. Recorde-se que, em 2006, mais de metade dos portu­gueses não praticavam qual­quer actividade física com regularidade (54%), ocupan­do o último lugar entre os 27 Estados membros da UE, posição que a nutricionista acredita que se mantém até aos dias de hoje. O Eurobarómetro revelava ainda que no extremo opos­to estava a Finlândia, com 83% dos inquiridos a declara­rem que praticavam uma ac­tividade física recreativa, desportiva ou de lazer. A es­te país seguia-se a Holanda (79%) e a Lituânia (78%). Num patamar semelhante ao português, mas mesmo assim melhor, ficaram países como a Romênia e Malta. Na generalidade, há mais homens que mulheres a pra­ticar desporto e, quanto mais jovem se é, maior é a proba­bilidade de praticar uma ac­tividade física.

Portugueses com boa saúde

A importância dos suplementos no desporto

Uma alimentação variada e equilibrada fornece as doses diárias recomendadas para a maioria dos indivíduos. Contudo, algumas populações especiais têm necessidades acrescidas e é o teu caso se praticas uma actividade física regular e com algum afinco. Essas características devem-se ao facto de:

- Terem um maior dispêndio calórico logo necessitarem de uma produção de energia mais eficaz e suficiente;

- Estarem sujeitos a um maior stress oxidativo logo necessitam de quantidades superiores de antioxidantes para combater o excesso de radicais livres;

Nutrição – A dieta dos pontos

1 – 5 REFEIÇÕES POR DIA. Está provado, basta começar a correr ou mudar o plano de treinos (mais tempo, maior intensi­dade) para emagrecer, mas se exagerares à mesa, então os resulta­dos podem ser muito mais difíceis de conquistar. Muda de hábitos, come refeições mais leves de 3 em 3 horas, varia os menus e aplica os nossos conselhos para conseguir uma alimentação que te dê simultaneamente energia para correr melhor e perda de peso.

2 – 5 PECAS DE FRUTA POR DIA. Quando praticas des­porto, a fruta é a tua melhor amiga: podes comê-la em jejum, depois de comer, como snack entre refeições, antes de treinar, etc. Qualquer altura e qualquer fruta são boas para emagrecer a correr. Existe apenas uma regra, tenta comer 5 frutos diferentes por dia e de preferência fruta da época, comendo-as sempre com casca por causa do aporte de fibra e muito bem lavada.image

3 – 5 SABORES EM CADA REFEIÇÃO. A rotina no prato provoca ansiedade e vontade de assaltar o frigorífico com o sín­drome ‘apetece-me alguma coisa mas não sei bem o quê’. Acontece-te o mesmo? Pois a verdade é que se comeres a mesma salada todos os dias, ao fim de um tempo até a alface engorda! Os orientais reco­nhecem 4 sabores básicos (doce, salgado, amargo e ácido) e ainda um quinto sabor, o umami, que podes reconhecer em alguns alimentos como a soja, as algas, espinafres e tomates. Incluir 5 sabores em cada refeição principal (pequeno-almoço, almoço e jantar) ajuda-te a terminar a refeição com a sensação que comeste o suficiente. Experimenta fazer as refeições mais insonsas e colocar alecrim, tomi­lho, canela, pau de vagem, alho, orégãos, salsa, etc. E vai ser mais fácil incluir os 5 sabores se não comeres apenas um prato principal, mas o dividires em sopa, prato e sobremesa nas principais refeições.

css.php