Costas, Bicípite e alongamentos

Em cima da bola, em decúbito ventral. Segura nos pesos e eleva-os lateralmente. Mantém os cotovelos flectidos a 90°. Não subas os braços acima da linha dos ombros. Sentado em cima da Leia mais »

Kickback Triceps

Kickback Triceps

Exercício para triceps, triceps são os músculos que se situam na parte de trás do seu antebraço. Treinar os triceps é focar-se num só músculo por isso estamos perante um exercício de isolamento, para ter a posição correta é necessário inclinar-se Leia mais »

miCoach Smart Run - Adidas lança o seu relógio

miCoach Smart Run – Adidas lança o seu relógio

Adidas miCoach Smart Run foi fabricado para atletas que gostam de monitorizar a sua actividade física. Com este relógio os atletas podem monitorizar a sua frequência cardíaca, a velocidade e a distância Leia mais »

Qual o melhor treino de força os Pesos livres ou Máquinas?

Apesar de termos a ideia que o treino de força em aparelhos isocinéticos é mais eficiente do que o trabalho com pesos livres, não é bem assim. 0 treino de aparelhos oferece Leia mais »

zumba fitness

Zumba fitness

Se procura diversão e ficar em forma ao mesmo tempo então as aulas de Zumba são indicadas para si. Uma combinação das melhores danças com uma aula de fitness, Zumba foi concebido Leia mais »

TREINA A RESPIRAÇÃO

Power Breathe Sports Performance Plus

Esta é a versão SportPLus do PowerBreath, um equipamento treinador da respiração, desenhado para maximizar a performance desportiva. Para um teste mais profissio­nal contámos com a ajuda do triatleta Bruno Pais que aqui nos conta aqui a sua experiência:

Trata-se de um pequeno ‘gadget’, baseado num conceito simples: limitar a quantidade de ar que entra nos pulmões, treinando sobretudo a performance dos músculos que suportam a respiração. Com este treino senti que, em prova, acabava por conseguir esgotar toda a minha capacidade pulmonar. Esta versão do PowerBreath está especialmente concebida para desportos de re­sistência, tal como é o Triatlo.Powerbreathe

As principais características deste equipamento são:

Musculação – Lunge

É um exercício excelente para trabalhar o glúteo e de uma forma geral todo o trem inferior.

Quando o realizamos para a frente corremos o risco de levar o joelho demasiado à frente em relação ao calcanhar, o que significa uma pressão elevada para o tendão rotuliano do joelho, além de favorecer um arqueamento lombar excessivo. A alternativa é realizar o exercício para trás. O controlo postural é maior. Devemos assegurar que o joelho da perna da frente fica mesmo por cima do calcanhar e o joelho da perna de trás quase toca o chão, ficando alinhado com a bacia. Nesta modificação, além de o risco de lesão ser menor, o glúteo (que é um músculo grande, forte e potente) recebe uma carga maior.

Queima calorias e calorias com o BOOT CAMP

Queima calorias e calorias com o BOOT CAMP

Hoje em dia falar de queimar calorias é algo que todo mundo quer sentir na própria pele, para que possa ter cada vez mais um corpinho esbelto e sarado.

Todos querem chegar ao verão e exibir um lindo modelito, demonstrando sua saúde e beleza. Para isso um dos meios pelo qual se pode conseguir essa proeza é através do treino tipo Boot Camp, que combina uma variedade enorme de exercícios aeróbicos para fortalecimento muscular, para também aumentar a resistência, a flexibilidade e a coordenação. Isso nos ajuda na perda de peso e no ganho de massa muscular.

Serviço de Saúde

Novo programa de saúde estreia na RTP

Esta noite, quando forem 23h00, Maria Elisa Domin­gues estará de regresso à antena da estação de tele­visão pública graças a Ser­viço de Saúde, um formato que visa promover a re­flexão e o debate sobre o es­tado deste sector no nosso país. Partindo do conceito de talk-show, em estúdio a jornalista contará com a presença de médicos, enfer­meiros, técnicos de saúde, representantes do ministé­rio tutelar, doentes e fami­liares. Os espectadores po­derão participar via e-mail ou telefone, num formato que Maria Elisa tão bem conhece e que, dando enfo­que às patologias que mais atingem os portugueses, fa­larámaria elisa obrigatoriamente de doenças reumáticas e dia­betes. Também os problemas de foro neurológico terão espaço na série de treze emissões já prometi­das pela RTP1, cada uma demorando-se por 50 minu­tos. Alexandra Figueiredo, Teresa Mota e Miguel Bra­ga integram a equipa de jor­nalistas que secunda a ou­trora adida cultural em Londres neste novo desafio televisivo.

Atletismo – Como evitar os 10 erros mais comuns (3ªParte)

 

8 – Treinar com intensidades elevadas sem plano

O treino é constituído pela alternância constante entre intensidades mais elevadas e intensidades mais baixas. Infelizmente não é possível treinar diariamente a intensidades elevadas, pelo que as sessões a seguir aos treinos de elevada intensidade são geralmente de intensidade mais baixa. Por outro lado, as intensidades elevadas também têm vários níveis que devem ser integrados no treino dependendo do tipo de competição que se está a preparar e momento da temporada em relação à competição alvo. A supervisão e acompanhamento por parte de um treinador é essencial para o controlo destes factores no sentido de assegurar o melhor rendimento possível e controlo da forma desportiva,atletismo salvaguardando os problemas que possam advir da integração de intensidades mais elevadas  no processo de treino. Não copies planos de treino que possam não ser adequados para ti e não treines com intensidades elevadas se não souberes a que velocidade deves fazê-lo, com que frequência, com que número de repetições e intervalos de recuperação. Procura um treinador e vais ver que tudo se tornará mais fácil

9 – Treinar com companhia desadequada

Um dos factores que desde sempre identifico como positivo no treino é a companhia e integração num grupo. Tudo se torna mais motivante, as sessões mais duras parecem passar com mais facilidade e o convívio é um factor essencial. Por outro lado, os perigos de treinares diariamente com companhia demasiado rápida para ti são grandes. Cada sessão acaba por transformar-se num treino de intensidade demasiado elevada, com dificuldade de recuperação para a sessão seguinte. Cada corredor tem a sua intensidade de treino individual, não sendo pelo facto de treinares diariamente com alguém de um nível muito superior que irás progredir mais rapidamente, antes pelo contrário. A companhia é um factor positivo quando os parceiros de treino são aproximadamente do mesmo nível, ou quando os mais rápidos estão disponíveis para adaptar a sua intensidade de treino para os mais lentos.

css.php