Outdoor – Serra de gredos

Apesar de não ser um destino de mar, podemos, assegurar que, em Gredos, a vista é do melhor.

Os meses de frio estão aí e se para muitos é altura de ficar em casa, ao lado da lareira e em frente da televisão, é altura de calçar as botas de Inverno, vestir os casacos grossos e ir ao encontro das emoções da montanha. Em Portugal existem alguns locais com condições adequadas à prática de montanhismo, mas o desejo de superação tem levado muitos portugueses adeptos do alpinismo, pedestrianismo ou escalada a procurar desafios à altura das suas ambições fora das nossas fronteiras.

A poucos quilómetros de distância, na vizinha Espanha, são muitos os locais interessantes.image Pirinéus, Picos da Europa, Serra Nevada ou Serra de Gredos são alguns dos locais mais frequentados por portugueses. A proximidade com o nosso país e as características morfológicas fazem destes excelentes locais de treino para quem ambiciona mais. A Serra de Gredos é um dos sítios mais frequentados pelos portugueses, é também o local onde foi rodado o anúncio do Milenium BCP com o himalaista João Garcia. É sobre esta charmosa montanha que te vamos falar neste artigo.

- Ascensão final

Partindo do Refugio Elola, o rumo a tomar é sudoeste passando pela Laguna da Esmeralda, habitualmente coberta de neve nos meses de Inverno, e que se forma peias águas que descem a Portilla Bermeja (Portilla designa um corredor íngreme normalmente protegido nos lados e com inclinação considerável). 0 caminho para o Almanzor passa precisamente pela Bermeja, onde o troço se toma mais inclinado e é necessário ser mais paciente e cuidadoso. Ainda antes do topo da Bermeja é necessário virar à direita e rumarimage directamente ao Almanzor. A partir deste momento estamos em plena Portilla do Crampón, onde -como o nome sugere – é aconselhável usar aqueles utensílios e o piolet. O corredor vai ganhando altura e oferecendo melhores imagens às objectivas. Chegados ao final do Crámpon somos recebidos pelo Corno do Almanzor, uma formação escondida atrás do corpo granítico do cume. Uma vez no topo do Crampón o caminho a seguir é óbvio, passa por rumar a norte fazendo uma travessia, algo exposta, onde se aconselha o uso de piolet e técnicas de segurança, para fazer a trepada final. Este troço final, não sendo uma via de escalada exige muita atenção, já que um descuido, por pequeno que seja, acaba necessariamente mal. A via segue até uma zona abrigada onde se podem deixar as mochilas e fazer uma pequena subida ao cume propriamente dito, onde finalmente se desfruta de uma vista deslumbrante – e marcante!- não só do Circo de Gredos como de todo o Sistema Centrai…

- Onde ficar?

O refúgio Eioia é o local com mais carisma para se ficar em qualquer viagem a Gredos.image Trata-se uma casa de pedra, construída junto à laguna Grande de Gredos. Explorada por um clube de Madrid, possui um piso térreo, aberto apenas quando a parte comercial está encerrada e que tem por objectivo abrigar os montanhistas. No primeiro piso encontramos uma zona de convívio, onde se partilham experiências do dia-a-dia na montanha. A maior parte deste piso é ocupada por mesas corridas onde os montanheiros cozinham as suas refeições, trocam ideias e se fazem amizades que podem durar uma noite ou a vida inteira. É neste piso que encontramos a cozinha comum, aberta a todos, a cozinha comercial onde só entram funcionários e onde é confeccionada a comida servida aos clientes. No andar superior encontramos vários quartos, organizados por beliches aos quais apenas se pode aceder a partir das 20h00. É conveniente efectuar reserva para pernoitar no refúgio. Podes fazê-lo através dos telefones 0034 920 207 576 (directo para refúgio) ou 0034 91 8476 253 (atendedor de chamadas em Madrid).

Podes igualmente usar o e-mail elolahola@yahoo.es

Para mais informações consulta o site wWw.galeon.com

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

css.php