HIDRATOS DE CARBONO

Os hidratos de carbono são a fonte principal de energia do nosso corpo, sendo amados e odiados por uns e outros, pelo seu possível papel no rendimento físico, no caso dos defensores, e pelo seu papel no aumento da obesidade, no caso dos opositores.

Os hidratos de carbono fazem parte da dieta básica na maior parte do mundo, são as calorias mais económicas.  São imprescindíveis para os desportistas, ajudam a evitar o esgotamento e a fadiga muscular quando acaba o glicogénio muscular. Em repouso os hidratos de carbono fornecem 40% da energia, em movimento costumam ser o carborante e podem chegar a contribuir em 50% ou mais, especialmente nos exercícios de resistência mais prolongados que duram de 90 a 120 minutos. Por esta razão as refeições ricas em hidratos de carbono estão associadas à resistência: maratonistas, ciclistas, triatletas, etc.

HIDRATOS DE CARBONO

As investigações dos últimos anos foram-se tornando mais específicas relativamente ao papel no metabolismo de cada tipo de hidratos de carbono, desde os simples ou açúcares como a glucose e a frutose, que são tomadas para obter energia imediata durante o exercido, aos hidratos de carbono complexos, conhecidos como féculas ou amidos, que são formados por várias unidades de açúcares simples como a glucose e permitem um aporte de energia lento mas mais duradoiro e constante. Também dentro dos hidratos de carbono encontram-se as famosas fibras, tanto solúveis como insolúveis, que não se podem digerir-no tracto digestivo mas são importantes no controlo do apetite e mesmo dos próprios níveis de açúcar no sangue.

 

Alimentos ricos em hidratos de carbono

Cereais integrais (arroz integral, trigo-preto, milho, muesli, aveia, bolachas integrais, pão integral, massa integral)

Derivados de cereais refinados (pãò branco, bolos de pão, farinha de trigo, massa, cereais de pequeno-almoço, arroz branco)

Féculas (feijão, milho, batatas, abóbora, batata-doce)

Fruta (maçãs, peras, alperces, bananas, frutos do bosque, melão, cerejas, frutos secos, figos, sumos de frutas, compotas de frutas, marmeladas, etc.)

Lácteos (gelado de leite, leite, iogurte, queijo)

Frutos secos (castanhas, nozes, amêndoas, avelãs, etc.)

Produtos desportivos (barrita de cereais, bebidas energéticas, geles, glucose, etc.)

2 Responses to HIDRATOS DE CARBONO

  1. Margareth diz:
    Qual a relação entre a ingestão de alimento rico em hidrato de carbono e o nível da concentração de glicose no sangue?
  2. […] Há que ter atenção à quantidade ingerida, pois o macronutriente armazena-se sob a forma de gordura se for consumido em excesso. O ideal é que o consumo deste nutriente seja pelo menos metade das calorias ingeridas diariamente. Os cereais e as féculas são alguns dos alimentos ricos em hidratos de carbono. […]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

css.php