EUA – Dedo amputado volta a crescer

Lee Spievak, 69 anos, um emprego normal num centro comercial. Um dia, ao mexer na hélice de um avião em mi­niatura, ficou sem um centímetro do dedo médio, que desapareceu.

Mas hoje, se olharmos para a mão de Lee Spievak, está lá tudo-, dedo, pele, osso, unha, até impressão digital, con­ta a BBC. O dedo recuperou sem re­curso a transplante, apenas através de um pó, que lhe foi dado pelo irmão, que tra­balha na área de medicina regenerativa. Em dez dias, viu a diferença, em quatro semanas estava reconstruído.

Esse pó veio da Universidade de Pitts-burgh, onde é conhecido como matriz celular. São retiradas determinadas cé­lulas de bexiga de porco e os cientistas acreditam que, em contacto com a pele, estimula a regeneração dos tecidos em vez da cicatrização.

Fonte: Sexta-Feira

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

css.php