Estratégias nutricionais avançadas

Alimentos

Uma das preocupações do atleta quando se prepara para uma prova é a de maximizar as suas reservas energéticas para ter combustível para todo o esforço. Um dos métodos mais utilizados é o da sobrecarga de hidratos de carbono em que o atleta suplementa a sua alimentação normal com cerca de 30 a 50% de hidratos de carbono para potenciar a acumulação de hidratos de carbono. Os estudos mais recentes demonstraram que a constituição do glicogénio muscular é especialmente eficaz se forem utilizados hidratos de carbono de índice Glicémico (IG) moderado-alto como batata-doce, massa, arroz, pão
integral ou cereais, que podem ser combinados com hidratos de carbono de IG mais elevado como as bebidas de hidratos de carbono e os géis energéticos. 0 atleta deve ingerir cerca de 1,2 a 1,5g de hidratos de carbono/kg de peso nas primeiras 3 horas. Após o esforço pode não ter fome pelo que deverá começar com a bebida desportiva com hidratos de carbono, que irá ajudar a hidratar e a repor os electrólitos perdidos no suor. A refeição sólida pode ser feita cerca de 60 a 120 minutos depois do esforço.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

css.php