Cãibras!

Se sentires que está a chegar uma cãibra, diminui imediatamente a intensidade do exercício e relaxa ao máximo (na medida do possível) o músculo afectado. Se já te “deu” alonga e massaja o músculo afectado em sentido centrípeto, ou seja, de fora para o interior do corpo.

Depois de a dor passar convém parares esse exercício, uma vez que o mais provável é que a cãibra se repita com mais intensidade se continua­res a forçar. Agora deves analisar as causas e encontrar a solução.

O mais importante é cuidares da tua hidratação e repor os sais minerais perdidos com uma boa bebida desportiva. Experimenta várias em treino para saber qual te cai melhor antesimage de usar em competição. Assegura um adequado equilíbrio iónico (sobretudo entre cálcio, magnésio e potássio) porque é a melhor maneira de prevenir as cãibras. Uma hora antes da prova deves beber meio litro de bebida isotónica. Corrige as possíveis anomalias mecânicas: técnica desportiva incorrecta, bicicleta mal regulada, sapatilhas inapropriadas, etc.

Uma dieta equilibrada, rica em fruta e verdura e não demasiado elevada em proteínas, também contribui para evitar cãibras. As bananas, pelo seu elevado teor em potássio, são um óptimo alimento anti-cãibras. Aqueceste bem? Lembra-te da importância de fazer esforço de forma progressiva e alongar no fim. Em competição evita as acelerações bruscas.

Se o problema persistir, consulta um médico desportivo. Pode ser recomendável tomar suplemen­tos de cálcio, magnésio e potássio ou que activem a circulação, como a levedura de cerveja ou a geleia real.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

css.php