Category Archives: Bem estar e saúde

Uma hora de exercício físico intenso é suficiente?

Será que uma hora de exercicios físicos intensos compensa ás 14 horas que estamos sentados no trabalho, transportes e casa?  Pode não compensar mas é melhor do que nada, um estudo concretizado na Holanda conclui que se trocar a hora de exercício físico intenso por 4 horas de uma simples caminhada os resultados são os mesmos. Precisamos é de menos horas sentado sem nenhuma atividade para o corpo para melhorar a nossa condição física,  o estudo consistia em três grupos de pessoas:

- O grupo sedentário: Este grupo teve 14h por dia sentado, uma hora em pé e uma de caminhada.

O método de pilates ajuda fisicamente

1. Concentração - Muitos exercí­cios levam-na a “desligar-se” do mundo exterior, a concentrar-se só nos movimentos do seu corpo. O Método de Pilates é uma técnica Mind&Body que requer o foco no corpo. Deverá bloquear os pensamentos ex­ternos e concentrar-se apenas nos exercícios.

2. Respiração - Uma respiração correcta é essencial em Pilates, embora possa ser a parte mais complicada de dominar. Quanto melhor for o controlo da respiração, mais efeitos o
Pilates terá em si. A respiração deverá conduzir o movimento, e não o contrário.

3. Centralização - Se leva uma vida sedentária, o tipo de exer­cício adequado irá desenvolver profundamente a força muscu­lar, de forma a ajudá-lo a sen­tar-se correctamente e evitar problemas de coluna. Quando pratica Pilates foca-se no centro
do seu corpo. Assim estará a desenvolver a força do core.

ACABAR E… SAI TUDO FORA!

Já vomitaste depois de um esforço muito intenso?

Por mais de uma vez que observamos restos pouco agradáveis de comida na zona da chegada da provas. A que se deve este problema? Tens que analisar a tua alimen­tação antes da corrida. Quando o período de digestão não foi suficientemente longo (3 horas) ou se a refeição tiver sido espe­cialmente pesada, a causa pode ser uma digestão a meio e uns músculos muito necessitados de sangue ‘gasto’ devido ao esforço deixando o estômago e intestinos sem o abastecimento necessário para terminarem a tarefa. O teu sistema digestivo, incapaz de acabar ‘os deveres’, lança a comida para o lado contrário ao que devia, para não consumir mais energia, já que os músculos precisam dela a 100%. Pode ser por outra causa que deves analisar. Vai ao médico para que este possa estudar as possi­bilidades. Terás de seguir certos hábitos alimentares e tomar a me­dicação adequada para o evitar.

Corrida aos ginásios aumenta com a chegada do Verão

Com a chegada do tempo quente e com a necessidade de se usar cada vez menos roupa e de mostrar um pouco mais o corpo, a “corrida aos ginásios”, poucos meses antes da chegada do Verão, começa a ser uma tendência cada vez mais frequente. Na procura de um corpo perfeito, os por­tugueses como que acordam de um período de hibernação e dirigem-se em massa aos ginásios que proliferam de Norte a Sul do país. “No mês de Maio a procura dos nossos ginásios aumenta, não só através da inscrição de novos associados, mas também do aumento de frequência por parte dos sócios habituais, que começam a vir treinar de uma maneira mais regular e intensa, não só as mulheres, como cada vez mais os homens”, refere Ri­cardo Ferreira, Director Comercial do “Holmes Place” da Avenida da Boavista, no Porto. Uma tendência que Mariana Seixo, Gerente do “Viva Fit” de Linda-a-Velha, em Lisboa, corrobora, embora apenas em relação ao sexo feminino, uma vez que este ginásio se destina única e exclusivamente a mu­lheres. “Em termos práticos, o grande objectivo das nossas sócias nesta altura do ano é perder peso. Com o calor a apertar e com as roupas a en­curtar, as mulheres começam a pensar mais na “linha” e acabam por recorrer ao ginásio na tentativa de esculpir o corpo”. No entanto, salienta Mariana Seixo, “somos bastante sinceras com as nossas sócias alertando-as para o fado de não existirem milagres. Este é apenas o início de um processo que a médio/longo prazo vai dar os seus frutos, mas em apenas dois meses é impossível alcançar o objectivo último de conseguir um corpo perfeito”. Ape­sar de a maior parte das pessoas ter consciência de que oimage exercício físico acarreta inúmeros benefícios para a saúde, nomeadamente ao nível respi­ratório e cardiovascular, para além de fortalecer os músculos e baixar o colesterol, continuam a ser as questões estéticas as principais impulsionadoras da sua prática, principalmente nesta altura do ano, uma realidade que não se limita apenas aos portugueses. “A nossa realidade é ligeiramente dife­rente da de um ginásio convencional, porque como estamos inseridos num resort, temos afluência durante todo o ano, tanto de portugueses, como de estrangeiros”, adianta Muno Pi­nheiro, Coordenador de Actividades do “Vale do Lobo Fitness Center”, no Algarve. “Durante o chamado pe­ríodo de Inverno, tanto os hóspedes como os clientes sazonais freqüentam o ginásio, mas de facto nesta altura frequentam-no com mais assiduidade. Aliás, contrariamente ao que acontece com a maior parte dos heatth clubs, que durante, o mês de Agosto estão vazios, o nosso está cheio”, diz Nuno Pinheiro, ressalvando que apesar de nesta altura existir “uma preocupação maior com a questão estética, se veri­fica cada vez mais uma preocupação com a saúde”. De facto, não se deve fazer exercício apenas e só por ques­tões estéticas, mas a verdade é que “as pessoas que procuram o nosso espaço são motivadas, acima de tudo, por elas próprias”, refere Ricardo Ferreira, alertando para os perigos da chamada “ditadura do corpo”, que faz com que as pessoas tentem obter o corpo perfeito a qualquer preço. “Se a pessoa não praticava qualquer tipo de desporto antes de se inscrever no nosso ginásio, desaconselhamos totalmente o exercício físico em ex­cesso e a redução drástica em ter­mos alimentares, nomeadamente no que diz respeito à ingestão de gor­duras e de hidratos de carbono, dois componentes alimentares essenciais para quem faz exercício físico”, con­clui. Não deixe de praticar exercício físico, mas faça-o com conta, peso e medida e, acima de tudo, pelos motivos mais válidos.

As vitudes da água do mar

Aproveite os dias de praia para desfrutar das propriedades revitalizantes e energizantes da água do mar. E volte das férias revigorado.

Agora que o Verão está aí, aproveite o sol, e as belíssimas praias que a nossa costa litoral oferece, para tomar muitos banhos de mar. Já parou para pensar porque é que se sente sem­pre tão bem e revigorado depois de cada banho de mar? Esse efeito energizante deve-se às pro­priedades benéficas da água do mar. A água marinha contém mais de 80 elementos quími­cos, entre os quais o cálcio, o zinco, o silício e o magnésio, que são usados para o tratamento de doenças como a artrite, a osteoporose e o reu­matismo. Elementos como o potássio, o ferro, o iodo e o cloreto de sódio eliminam toxinas e melhoram o nosso sistema de defesa imunológico. Já o sal marinho possui propriedades cicatrizantes e anti-sépticas. Além disso, as on­das do mar actuam como verdadeiras sessões de massagem, pois estimulam a circulação sanguínea e, por consequência, provocam um aumento de oxigenação das células, aliviando ainda tensões musculares. Se o calor já não o convencia a “molhar-se”, convença-se de vez!

Para que você e a sua família estejam protegidos durante a exposição solar use sempre um f actor adequado ao seu tom de pele. Em caso de dúvida sobre os produtos solares a utilizar, consulte o seu dermatologista.

css.php