Bruno Neves deixou pelotão consternado

O corpo de Bruno Ne­ves chegou ontem ao final do dia a Nogueira do Cra­vo, Oliveira de Azeméis, após realizada a autópsia. O corredor de 26 anos fa­leceu no decorrer do GP de Amarante, e as causas da sua morte, estando relacio­nadas com a queda, apenas deverão ser esclarecidas com os resultados da autóp­sia. As versões contraditó­rias do médico da prova, Barreiro Magalhães – “trau­matismo craniano” -, e da responsável pelo serviço de urgência do Hospital Padre Américo, Anabela Silva -“sem lesões de impacto” no crânio -, geraram uma inde­finição que as versões de ciclistas que testemunharam a queda na EN 15 aumen­taram, pois um deles viu-o “deslizar” antes de cair. Mas, por enquanto, a tragé­dia é muito sentida pelos colegas de profissão. “A morte de um colega de profissão gera uma tristeza que em volta”, explicou Cândido Sarbosa.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

css.php