Alimentação

A alimentação é uma ferramenta chave para o rendimento físico de quem pratica desporto, tanto por lazer como ao nível competitivo. Fornece a energia necessária para o esforço físico permite ao individuo maximizar a sua performance. Mas o que te distingue à mesa do teu ídolo olímpico ?

O atleta de competição tem necessidades energéticas superiores pois o seu dispêndio é mais elevado do que o de um individuo sedentário. Por exemplo, um maratonista pode gastar perto de 3000-4000 calorias na prova, o triatleta olímpico também gasta perto de 3000 calorias tal como os ciclistas e os nadadores. Os hidratos de carbono têm um papel chave na dieta do atleta na medida em que são o principal combustível utilizado no esforço físico. Oalimentação nosso corpo armazena-os no fígado e nos músculos, na forma de glicogénio muscular, que irá ser degradado para manter um nível de açúcar estável no sangue permitindo ter energia para o esforço e fornecendo glucose a órgãos dela dependentes (sobretudo cérebro e glóbulos vermelhos). De uma forma geral, recomenda-se que a dieta forneça cerca de 65-70% das suas calorias na forma de hidratos de carbono na fase pré-competitiva.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

css.php