Actividades com cordas!

* As actividades com cordas são, na maioria das vezes, um complemento de outras actividades mais abrangentes como as corridas de aventura, challengers ou circuitos de aventura. Mas também existem actividades que se centram exclusivamente na transposição de obstáculos através de manobras de corda. As iniciativas envolvem geralmente a montagem de aparelhos como corrimões, pontes himalaianas. Pontes de cordas paralelas, rapeis, slides ou tirolesas.

O que é necessário para começar?

* A utilização de aparelhos com cordas tem vindo a ser vulgarizada na prática de animação de grupos exigindo, quer dos participantes quer dos técnicos, habilidades e competências que se enquadram num conjunto de técnicas específicas.

* Para começar basta participar numa actividade organizada por um clube ou empresa. Depois, se gostar, poderá frequentar um curso de manobras de corda ou, eventualmente, de escalada, montanhismo ou espeleologia onde poderá aprender algumas técnicas básicas com cordas.

image

A aprendizagem…

• A transposição de obstáculos naturais exige o recurso a técnicas de fixação de cordas, sistemas de segurança e técnicas de transposição semelhantes às utilizadas em espeleologia, escalada ou montanhismo.

* A montagem de aparelhos com corda exige, por exemplo, o conhecimento e a utilização de diversos nos. É igualmente fundamental possuir o conheci­mento aprofundado dos materiais e equipamentos a utilizar, bem como das técnicas de desmultiplicação de forças. A desmultiplicação de forças permite manter tensão nas cordas, recorrendo só à força de braços, para que fiquem suficientemente esticadas para serem utilizadas nos aparelhos.

O equipamento

* As actividades com cordas exigem a utilização de equipamentos de protecção individual (EPI): capacete, arnês, longe dupla, mosquetão com seguro descensor oito,… Tal como equipamento específico para a montagem dos aparelhos: cordas semiestáticas e dinâmicas, roldanas, bloqueadores, placas de ancoragem, etc.

A segurança

* A segurança dos diferentes intervenientes no processo, praticantes, é fundamental nestas actividades onde os erros podem ter consequências muito graves. Os aspectos de segurança estão dependentes essencialmente do domínio técnico dos equipamentos e da montagem e gestão dos aparelhos. A insegurança limita-se, em grande parte, a erros humanos.

* Ao contrário de muitas actividades de ar livre, as actividades de superação de obstáculos com a utilização de manobras de corda estão pouco condiciona­das pelas condições climatéricas.

* As actividades que envolvem manobras de corda para a transposição de obstáculos são geralmente realizadas em locais seguros, onde os imponde­ráveis físicos são diminutos. Talvez por essa razão e pelo facto de existirem poucos acidentes nestas actividades são frequentemente descurados alguns aspectos de segurança. O problema é quando os acidentes acontecem… De todos os aparelhos, o slide é o que apresenta maiores riscos devido à utilização de grandes vãos de corda, tensões elevadas e altas velocidades.

Atenção!

* A prática de actividades com cordas exige uma excelente preparação física e psicológica, tal como o conhecimento das técnicas utilizadas em diversos desportos de aventura.

+ Recorre sempre a especialistas na montagem de aparelhos para transposi­ção de obstáculos e exige sempre a montagem de corda de segurança.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

css.php