A dieta metabólica – Hidratos de carbono

São oxidantes lentos com domínio do sistema nervoso parassimpático. Costumam ter um apetite normal ou baixo e comem pouco, alimentos doces e precisam de tomar estimulantes como o café para terem energia. Costumam ter problemas para manter o peso.

- Comem pouco. Têm pouco apetite, enchem-se facilmente e podem passar sem uma refeição, sem dar grande importância ao que comem.

- Adoram os doces. Podem comer doces sem ficarem enjoados e precisam de açúcar quando lhes falta energia.

- Dependem da cafeína. Precisam de um empurrão de energia para começar o dia, já que não conseguem comer muito ao pequeno-almoço. Recorrem ao café ou chá ao longo do dia para se manterem activos.

- Têm tendência para engordar. Apesar de comerem pouco, os quilos vão-se acumulando. Costumam ser pessoas magras enquanto jovens que vão engordando com o passar do tempo sem saber bem por que o seu metabolismo vai ficar mais lento.

- Personalidade eficiente. Os tipo hidrato de carbono costumam ter as suas metas muito claras e são muito motivados. Costumam ser viciados no trabalho ou nas suas actividades favoritas e têm uma grande capacidade de concentração. A sua resistência física é limitada porque não costumam comer muito e ficam sem energia rapidamente.

- Rápidos e competitivos. No desporto são rápidos, competitivos e agressivos nos desportos de equipa. Não se costumam interessar pela resistência e fundo.

ALIMENTOS A EVITAR NA DIETA HIDRATO DE CARBONO

ÁLCOOL - É mau em qualquer tipo, levando a desequilíbrios da insulina e aumento do armazenamento de gordura.

CAFEÍNA - Apesar de tolerar melhor a cafeína que os restantes tipos deve ser consumida com moderação, de preferência de origem orgânica e nunca mais do que duas chávenas por dia.

AÇÚCAR - Apesar de lhes apetecer e poderem comer sem ficar mal-dispostos, devem ter em conta que em grandes quantidades o açúcar provoca doenças.

CARNES VERMELHAS - Devem comer carnes vermelhas apenas ocasionalmente ou evitá-las sempre se caírem mal.

ALIMENTOS RICOS EM PURINAS - Os mariscos, vísceras e carnes muito gordas são ricos em purinas que se oxidam muito lentamente e lhes provocam mal-estar e doenças.

ALIMENTOS RICOS EM GORDURAS - Devem seguir uma dieta baixa em gorduras, evitando alimentos doces e gordos como gelados, manteigas, cremes de chocolate ou amendoim, etc. É melhor escolher gorduras saudáveis como o azeite e os frutos secos e consumi-los com moderação.

ALIMENTOS SUPRESSIVOS DA TIRÓIDE – As couves e sua família (brócolos, couves de Bruxelas, repolho, couve-flor, mostarda, nabos, agriões, etc.) agem sobre a tiróide e podem tornar o metabolismo mais lento. Devem aumentar a ingestão de iodo através de sal iodado ou alga kelp com estas verduras.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

css.php