Saiba como se defender da Gripe

Perguntas frequentes sobre a gripe sazonal.

O que é a gripe?

É uma doença infecciosa aguda das vias respiratórias, causada pelo vírus da gripe. Em que altura do ano é que surge a gripe? A gripe ocorre, geralmente, entre Novembro egripe_250.jpg Março, no hemisfério Norte, e entre Abril e Setembro, no hemisfério Sul (meses frios locais), pelo que é designada por sazonal (relacionada com a estação do ano). Durante a Primavera e o Verão podem surgir doenças que, eventualmente, se confundem com a gripe mas que são provocadas por outros vírus.

O que é uma epidemia de gripe?

É a ocorrência de casos de gripe em número superior ao esperado numa determinada comunidade ou região. O que é uma pandemia de gripe? É uma epidemia que abrange uma vasta área geográfica e que atinge uma grande parte da população a nível mundial. No século XX, ocorreram três pandemias de gripe: em 1918/19 (gripe espanhola), em 1957/58 (gripe asiática) e em 1968/69 (gripe de Hong Kong). As pandemias são causadas por novos subtipos de vírus para os quais a população ainda não tem imunidade/protecção, e podem surgir em qualquer altura do ano.

Como se transmite a gripe?

O vírus é transmitido através de partículas de saliva de uma pessoa infectada, expelidas sobretudo através da tosse e dos espirros, mas também por contacto directo, por exemplo, através das mãos. Qual o período de incubação? O período de incubação (tempo que decorre entre o momento em que uma pessoa é infectada e o aparecimento dos primeiros sintomas) é, geralmente, de 2 dias, mas pode variar entre 1 e 5 dias. Qual o período em que uma pessoa infectada pode contagiar outras? O período de contágio começa 1 a 2 dias antes do início dos sintomas e vai até 7 dias depois; nas crianças pode ser maior.

Quais os sintomas/sinais da gripe?

No adulto, a gripe manifesta-se por início súbito de febre alta, calafrios, dores de cabeça, dor de garganta, dores musculares e articulares, tosse seca, congestão nasal e mal-estar geral. Para além da febre alta, nas crianças são frequentes os sintomas gastrointestinais (náuseas, vómitos, diarreia, dor abdominal) e a prostração, que ocorre em metade das crianças doentes até aos 4 anos de idade. A gripe e a constipação são a mesma doença? Não. Os vírus que as causam são diferentes e, ao contrário da gripe, os sintomas/sinais da constipação são limitados às vias respiratórias superiores: nariz entupido, espirros, olhos húmidos, irritação da garganta e dor de cabeça. Raramente ocorre febre alta ou dores no corpo. Os sintomas e sinais da constipação surgem de forma gradual.

Como se diagnostica a gripe?

O diagnóstico é essencialmente clínico, através da identificação dos sintomas e sinais descritos. Qual a gravidade da gripe? A maioria das pessoas recupera da doença em 1 ou 2 semanas mas, nalguns casos, como por exemplo pessoas mais idosas ou portadoras de algumas doenças crónicas, pode ser mais grave. Assim, o quadro clínico pode complicar-se com uma pneumonia por infecção viral ou bacteriana ou com um agravamento da doença crónica existente (asma, diabetes, doenças cardíacas, pulmonares ou renais), necessitando, eventualmente, de internamento hospitalar. Como se evita a gripe? A gripe pode ser evitada através da vacinação anual e da redução de contactos com pessoas infectadas. Esta vacina só confere protecção contra a gripe sazonal. Lavar frequentemente as mãos reduz o risco de contrair a gripe e outras infecções.

Quem deve ser vacinado contra a gripe?

Devem ser vacinadas as pessoas que têm maior risco de sofrer complicações depois da gripe:
• Pessoas com 65 e mais anos de idade, principalmente se
residirem em instituições;
• As pessoas com mais de 6 meses de idade que sofram de:
• Doenças crónicas dos pulmões, do coração, dos rins ou
do fígado;
• Diabetes em tratamento (comprimidos ou insulina);
• Outras doenças que diminuam a resistência às infecções.

Quem não deve ser vacinado contra a gripe?

As pessoas com alergia grave ao ovo ou que tenham tido uma reacção alérgica grave a uma dose anterior de vacina contra a gripe.

A vacina contra a gripe funciona?

Sim. A vacinação reduz muito o risco de contrair a infecção e se a pessoa vacinada for infectada terá uma doença mais igeira.

A vacina pode provocar a gripe?

Não. A vacina contra a gripe não contém vírus vivos, pelo que não pode provocar a doença. No entanto, as pessoas vacinadas podem contrair outras infecções respiratórias virais que ocorrem durante a época de gripe.

A vacina dá protecção a longo prazo?

Não, porque o vírus muda constantemente e surgem novos tipos de vírus para os quais as pessoas não têm imunidade. Assim, é necessário que a vacina seja diferente em cada ano.

Quando deve ser feita a vacinação?

Como, em Portugal, o pico da actividade gripal tem ocorrido entre Dezembro e Fevereiro, a vacinação deve ser feita, preferencialmente em Outubro/Novembro, podendo, no
entanto, decorrer durante todo o Outono e Inverno.

Onde se compra a vacina?

A vacina compra-se nas farmácias e, com receita médica, é comparticipada.

Como se deve guardar a vacina?

Depois de comprada, a vacina deve ser administrada assim que possível. Até a levar ao serviço de saúde para ser administrada, a vacina deve ser conservada dentro da embalagem, no frigorífico, entre +2º e +8ºC (nas prateleiras do meio do frigorífico e não na porta).

Se estiver com gripe, o que fazer?

Cuide-se Descanse; Beba muitos líquidos (água e sumos, de preferência sem açúcar); Não se agasalhe demasiado; Tome medicamentos para a febre e dores (paracetamol, mesmo para crianças e grávidas; os adultos também podem tomar aspirina); Não dê aspirina às crianças, sem ser por recomendação médica; Não tome antibióticos, porque não actuam nas doenças virais, não melhoram os sintomas nem aceleram a cura; Se viver sozinho, especialmente se for idoso, deve pedir a alguém que lhe telefone regularmente para saber como está. Se tiver uma doença crónica ou se os sintomas se prolongarem ou agravarem, contacte o seu médico assistente.

Evite transmitir a gripe; Reduza os contactos com outras pessoas; Lave frequentemente as mãos com água e sabão; Se tossir ou espirrar proteja a boca e o nariz com um lenço de papel de utilização única ou use o antebraço e não as mãos – lave as mãos; Para se assoar use lenços de papel de utilização única – lave as mãos.

Fonte: Serviço Nacional de Saúde

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

css.php