BRANCO, COR DA ENERGIA

Especialmente pensado para transmitir o espírito positivo das Olimpíadas, o novo relógio da gama Fitness da adidas pretende simbolizar toda a energia e optimismo inerente a este grande evento desportivo. Está disponível Leia mais »

O método de pilates ajuda fisicamente

1. Concentração - Muitos exercí­cios levam-na a “desligar-se” do mundo exterior, a concentrar-se só nos movimentos do seu corpo. O Método de Pilates é uma técnica Mind&Body que requer o foco no Leia mais »

miCoach Smart Run - Adidas lança o seu relógio

miCoach Smart Run – Adidas lança o seu relógio

Adidas miCoach Smart Run foi fabricado para atletas que gostam de monitorizar a sua actividade física. Com este relógio os atletas podem monitorizar a sua frequência cardíaca, a velocidade e a distância Leia mais »

Iniciação a Corrida

No dia 31 inseri um programa intermédio de corrida, aqui fica um para iniciados na corrida (Atletismo), e garanto se cumprirem este programa a risca, não terão qualquer problema em correr Leia mais »

AUTO MASSAGEM

AUTO-MASSAGEM

Só precisas de 5 minutos Se te mimares um pouco vais recuperar melhor de um dia longo ou começar o dia com mais energia. Bastam 5 minutos se conheceres os pontos-chave em Leia mais »

Como funciona uma Prova de esforço

Inicialmente utilizada para prevenir e observar o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, a prova de esforço tornou-se uma ferramenta imprescindível para os desportistas, na medida em que fornece dados muito úteis para planificar o treino, advertindo além disso sobre problemas ou patologias que possam provocar, por exemplo, casos de morte súbita.

A prova de esforço deve ser realizada com a supervisão de um médico especialista, uma vez que o desportista chega a uma situação de esforço submáximo (próximo do máximo que o seu organismo é capaz) que permite realizar avaliações valiosas mas implica um risco. O instrumental para a obtenção dos valores requer normalmente que se realize num laboratório, apesar de já existirem dispositivos portáteis para realizar a prova em pista.

BRANCO, COR DA ENERGIA

Especialmente pensado para transmitir o espírito positivo das Olimpíadas, o novo relógio da gama Fitness da adidas pretende simbolizar toda a energia e optimismo inerente a este grande evento desportivo. Está disponível em dois tamanhos diferentes (para homem e mulher), e conta com duplo fuso horário, cronógrafo, temporizador de intervalos, luz no mostrador, botão de acesso rápido ao temporizador e resistência à água. A cor branca confere-lhe a leveza que o torna ideal para o Verão!

Uma hora de exercício físico intenso é suficiente?

Será que uma hora de exercicios físicos intensos compensa ás 14 horas que estamos sentados no trabalho, transportes e casa?  Pode não compensar mas é melhor do que nada, um estudo concretizado na Holanda conclui que se trocar a hora de exercício físico intenso por 4 horas de uma simples caminhada os resultados são os mesmos. Precisamos é de menos horas sentado sem nenhuma atividade para o corpo para melhorar a nossa condição física,  o estudo consistia em três grupos de pessoas:

- O grupo sedentário: Este grupo teve 14h por dia sentado, uma hora em pé e uma de caminhada.

O método de pilates ajuda fisicamente

1. Concentração - Muitos exercí­cios levam-na a “desligar-se” do mundo exterior, a concentrar-se só nos movimentos do seu corpo. O Método de Pilates é uma técnica Mind&Body que requer o foco no corpo. Deverá bloquear os pensamentos ex­ternos e concentrar-se apenas nos exercícios.

2. Respiração - Uma respiração correcta é essencial em Pilates, embora possa ser a parte mais complicada de dominar. Quanto melhor for o controlo da respiração, mais efeitos o
Pilates terá em si. A respiração deverá conduzir o movimento, e não o contrário.

3. Centralização - Se leva uma vida sedentária, o tipo de exer­cício adequado irá desenvolver profundamente a força muscu­lar, de forma a ajudá-lo a sen­tar-se correctamente e evitar problemas de coluna. Quando pratica Pilates foca-se no centro
do seu corpo. Assim estará a desenvolver a força do core.

Treinar pode fazer mal?

Correr, nadar, andar de bicicleta, saltar…

Muitas pessoas treinam com regularidade e não admitem passar um dia sem sentirem o prazer provocado pelo desporto. No entanto, há uma fronteira que às vezes é ultrapassada, mais concretamente quando se entra na vigorexia, uma das mais recentes patologias emocionais estimuladas pela cultura ocidental.

A fronteira entre o desporto saudável e nocivo é para muitas pessoas uma linha extremamente ténue, tudo porque vivemos uma época impar na nossa sociedade, defende Vitor Sérgio Ferreira, do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. 0 sociólogo refere que o culto da imagem se tornou numa ‘religião’ e esse culto faz com que muitos procurem na prática do desporto um caminho para a realização pessoal e social. «A grande diversidade de práticas em que se empenham presentemente cada veztreinos mais indivíduos com o objectivo de actuar com o corpo e sobre o corpo traduz uma dinâmica social de sobreinvestimento corporal que não encontra paralelo no passado. Muitos descrevem este fenómeno como um novo culto, num tempo em que as figuras celebradas tendem não a ser homens ou mulheres modelos de pureza ou de virtude, mas portadores de corpos ideais, corpos de sonho associados a vidas de sucesso e celebridade».

A escravização do corpo pode provocar sequelas marcantes em alguns praticantes.

css.php